X FESTIVAL A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS EM SP

1648

XFESTIVALARTECONTAR

A biblioteca da minha infância chama-se Chácara do Castelo, localizada na zona sul de São Paulo. Eram os anos 80, eu estudava em uma escola estadual e aquele incentivo à leitura “ideal” não era uma prioridade. Com algumas exceções (bem importantes, por sinal), não estão em minhas lembranças ações de convite ao amor pelos livros como hoje estudo e vejo por aí. A Chácara, no entanto, é meu refúgio de esconder no tempo. Ia muito lá com a turma da sala de aula, mas lembro demais das visitas com uma amiga da minha rua, Ariane: a gente lia tudo que podia, tentava decorar as histórias para, depois, transformar em peças de teatro e apresentar às nossas mães. Ao mesmo tempo, era o lugar do silêncio, de levar bronca… Porém, neste misto de sentimentos-lembranças, voltar a frequentá-la tem um gosto de conquista. Ou de fazer as pazes.

Pois se você tem uma relação como a minha diante das bibliotecas públicas de São Paulo (de aproximação e distância constante), amigo, você está perdendo tempo. Sim, há muito o que melhorar. Mas há também uma porção de maravilhas acontecendo dentro delas, vidas pulsam, histórias saem dos livros direto para a nossa alma. E não só literatura: as bibliotecas de São Paulo e outros pontos de encontros culturais espalham arte em música, cinema, fotografia, etc. Quer experimentar ou aproveitar o auge desta programação além-livros, além-pesquisas, além-silêncio, além-local-sagrado-do-saber? Confiram a programação da décima edição do Festival A Arte de Contar Histórias que começa sábado agora, dia 11, e vai até dia 19 de outubro. Bibliotecas, Pontos de Leitura, Bosques de Leitura, Ônibus-bibliotecas, Centro Cultural São Paulo, Centro Cultural da Juventude, Centro Cultural da Penha, Centro de Formação Cultural da Cidade Tiradentes serão ocupados pelas histórias. E, neste ano, também a Biblioteca Mário de Andrade e uma parceria incrível com terminais urbanos de ônibus e praças públicas, vão formar uma rede pela leitura que abraçará todas as regiões da cidade e irá ao encontro do desejo mais íntimo de OCUPAR E PERMANECER NO ESPAÇO PÚBLICO por meio da convivência cultural.

Além das narrações orais – as contações de histórias – o festival também abriga mini-cursos básicos, avançados, palestras, shows, teatros, saraus e sessões de cinema. “Acredito que unimos dois símbolos do conceito de ‘comum’: o primeiro é a narração e a escuta de histórias, ou seja, o intercâmbio de memórias. O segundo é o espaço público que não é meu, nem seu: é comum a todos”, diz Giuliano Tierno de Siqueira, da Divisão de Programas e Projetos da Coordenadoria do Sistema Municipal de Bibliotecas de São Paulo. “Também há uma diversidade da forma das narrações como, por exemplo, o contador que se apresenta sozinho, o que faz parte de uma dupla, com violão, origamis, tecidos e por aí vai.”

A programação é intensa e você encontra os detalhes no site do Sistema Municipal de Bibliotecas de São Paulo (o que, aliás, vale uma consulta frequente para se atualizar da programação ou mesmo consultar onde está o livro que você procura, SÃO MAIS DE 2, 5 MILHÕES), mas eu destaco aqui algumas das maravilhas:

 

BIBLIOTECA HANS CHRISTIAN ANDERSEN, foto site Gazeta Virtual
BIBLIOTECA HANS CHRISTIAN ANDERSEN, foto site Gazeta Virtual

QUANDO: ABERTURA 11 DE OUTUBRO

ONDE: BIBLIOTECA HANS CHRISTIAN ANDERSEN
(É a biblioteca temática de contos de fadas, uma das mais simbólicas da cidade) Avenida Celso Garcia, 4142, Tatuapé fone (11) 2295-3447

13h | Do Barro de Manoel
 Com a Cia. Teatro das Senhoritas

Um cortejo de músicos e atores, inspirados na obra de Manoel de Barros, espalha figuras do universo poético do autor, como O homem que engoliu o futuro, O homem das coisas desimportantes, O homem grávido de poesia, O homem pássaro e O homem árvore. Recitando e cantando seus poemas aos olhos e ouvidos interessados, o cortejo convida o público a fazer leituras de trechos de poemas selecionados. 


14h | A Arte de Contar Histórias: o pote de mel do outro lado do arco-íris

Regina Machado, uma referência nacional e internacional no cenário da Narração Oral, como contadora de histórias e pesquisadora desta arte, abrirá o 10º Festival A Arte de Contar Histórias partilhando sua trajetória e seus pensamentos acerca deste ofício milenar e abordará, a partir de sua experiência, a retomada da narração oral nos espaços urbanos nos últimos anos.

15h30 | Narração de Histórias com Alice Bandini, também uma precursora nesta arte

 

QUANDO: 11 DE OUTUBRO

ONDE: BIBLIOTECA VIRIATO CORRÊA Rua Sena Madureira, 298, Vila Mariana fone: (11) 5573-4017

O QUE: NA BOCA DA NOITE aqui quem procurar princesas e príncipes não vai achar! Voltado para maiores de 12 anos, está programada uma tarde especial com contos sombrios.

17h30 Narração de histórias: A morte se paga vivendo, com Tatiana Felix
e três contos do excelente livro Contos de morte morrida de Ernani Ssó.

18h30 Histórias de Terror de Edgar Allan Poe, com Cristiana Gimenes da Cia.

19h30 Oficina de contação com roda de histórias de terror, com Cristiana Gimenes da Cia. 
Para participar da roda de histórias de terror vale levar textos próprios, histórias de que goste ou trabalhar com um conto que será distribuído na hora. 20 vagas, a roda de histórias é aberta a outros ouvintes, inscrições por ordem de chegada

 

QUANDO: 12 DE OUTUBRO, DAS 14H ÀS 17H

ONDE: LARGO PAISSANDU (que está sendo palco do projeto Centro Aberto, com projetos de intervenções temporárias com o objetivo de testar propostas de mobilidade e convivência do espaço, antes de decidir qual seria a melhor maneira de transformá-lo).

O QUE: LIVRO LIVRE NO PAISSANDU No Dia das Crianças, a praça do Paissandu será ocupada pelos livros e pelas histórias. A tarde começa com mediação de leitura, seguida por narração de histórias com a Débora Kikuti e uma intervenção artística baseada na obra do Manoel de Barros com a Cia. Teatro de Senhoritas.

 

QUANDO: DIA 15 DE OUTUBRO, ÀS 14H

ONDE: BIBLIOTECA HANS CHRISTIAN ANDERSEN Avenida Celso Garcia, 4142, Tatuapé fone (11) 2295-3447

O QUE: Palestra e narração: A morte se paga vivendo, com Tatiana Félix, pedagoga formada pela Universidade Metropolitana de Santos, é contadora de histórias e atriz pós-graduada na arte de contar histórias pelo ISEPE.
Todos sabem que vão morrer, porém todos querem negar o fato. Por que causa tanto medo? Por que todos evitam esse assunto? É possível falar sobre este tema com crianças? E como utilizar este assunto nas narrações de histórias?

 

QUANDO: 16 DE OUTUBRO, ÀS 10H

ONDE: PRAÇA TUNEY ARANTES, SANTO AMARO     

A praça da 1ª infância – Hamelim é aqui!
A Praça Tuney Arantes, na zona Sul, acaba de passar por reformas e também faz parte de uma nova maneira de gestão compartilhada entre poder público e escolas e outras instituições. Neste dia, ela irá se transformar em um grande e colorido berçário a céu aberto, em que crianças CEIs da região serão conduzidas por flautistas até as tendas, onde contadores de histórias dos grupos Conta Comigo e Línguas Encantadas e Encantantes se apresentam

 

QUANDO: 18 DE OUTUBRO, ÀS 10H

ONDE: ONDE: BIBLIOTECA HANS CHRISTIAN ANDERSEN Avenida Celso Garcia, 4142, Tatuapé fone (11) 2295-3447

O QUE: Palestra: Um passeio entre deuses e heróis: bases mitológicas para a criação de roteiros e contação de histórias, com Guilherme Kwasinski, formado em Psicologia pela PUC-SP é Professor de Mitologia, Sonhos e Cinema, além de Professor de Dramaturgia (Cinema e a Jornada do Herói) da AIC – Academia Internacional de Cinema – desde 2007.
Duas estruturas básicas da mitologia – a Jornada do Herói e o Ciclo dos Deuses – para que estas possam ser utilizadas como ferramentas na criação e contação de histórias, sejam estas mitológicas, folclóricas, contos-de-fada e nas mais variadas formas de expressões narrativas.

TAMBÉM HÁ UMA PROGRAMAÇÃO POR TEMA OU ARTISTA:

O homem do baú no remanso do Araguaia
Com João Luiz do Couto 
É hora de adentrar nos causos e lendas do Rio Araguaia. São lendas já quase esquecidas, causos engraçados e curiosidades de seres fantásticos que habitaram o rio. Para (re) conhecer personagens como o Boto, o Negro D´água, a Boiuna, Rodeiro, Dragão Dourado, o Boi de Piranha e ouvir “O Homem que Entortou o Rio”, “A Mandioca Gigante”, e outros mais.  Livre
Dia 11 de outubro às 11h – Bosque da Leitura Parque Jardim da Luz
Dia 12 de outubro às 13h – Ônibus-Biblioteca | Roteiro: Chácara Santana
Dia 14 de outubro às 14h – Biblioteca Helena Silveira | Praça Largo do Campo Limpo
Dia 15 de outubro às 12h30 – Ônibus-Biblioteca | Roteiro: Jardim Helena
Dia 16 de outubro às 12h – Ônibus-Biblioteca | Roteiro: São Miguel Paulista II
Dia 17 de outubro às 18h – Terminal Grajaú
Dia 18 de outubro às 11h – Biblioteca Álvaro Guerra

XFESTIVALARTECONTARSIMONE2

Pé de Histórias
Com Simone Grande
A contadora traz uma árvore carregadinha de histórias, e pede licença a seus ouvidos, porque vai contar seus contos preferidos. Reuniu histórias de vários cantos do mundo, fazendo uma viagem pelo Brasil, Inglaterra, Noruega, Japão e outros países. E para finalizar este encontro, algumas adivinhas serão lançadas para o público. Livre
Dia 11 de outubro às 14h – Biblioteca Camila Cerqueira César
Dia 12 de outubro às 13h – Ônibus-Biblioteca | Roteiro: Jardim Joana D’Arc
Dia 13 de outubro às 10h – Biblioteca Raimundo de Menezes
Dia 14 de outubro às 12h – Ônibus-Biblioteca | Roteiro: Vila da Paz
Dia 15 de outubro às 13h – Ônibus-Biblioteca | Roteiro: Jardim D’Abril

XFESTIVALARTECONTARMARINATHI2

Contos de Arrepiar
Com Marina Bastos e Thiago França
Contos de arrepiar e de rir contados com música, poesia, humor e objetos lúdicos que moram no do armário. Contos dos livros: “Bruxa, Bruxa, venha à minha festa”, de Arden Druce e “O Grúfalo”, de Julia Donaldson. +3
Dia 14 de outubro às 14h30 – Biblioteca Cora Coralina
Dia 15 de outubro às 16h – Biblioteca Paulo Duarte | Praça Serafina Giancoli Vicentini
Dia 16 de outubro às 14h – Ponto de Leitura Praça do Bambuzal
Dia 17 de outubro às 14h – Ônibus-Biblioteca | Roteiro: Jardim da Pedreira
Dia 18 de outubro às 11h – Bosque da Leitura Parque do Ibirapuera
Dia 19 de outubro às 13h – Ônibus-Biblioteca | Roteiro: Cidade Tiradentes

MAIS UMA VEZ, A PROGRAMAÇÃO COMPLETA E ENDEREÇOS AQUI.

 

 

Deixe uma resposta