Snoopy, Charlie Brown… The Peanuts!!

1656

Em 2011, em viagem a San Francisco, meu marido e eu fomos visitar o Cartoon Museum, museu de desenhos da cidade. Pequenininho, mas foi uma delícia, tinha uma exposição de uma série de quadrinhos que eu esqueci (não era exatamente um sucesso no Brasil, desculpem, não lembro!) e vimos até um minidocumentário sobre a Pixar chamado Pixar: Before They Were Stars.

Porém confesso que o que me deixou maluca mesmo foi o livro The Peanuts Collection Treasures From The World’s Most Beloved Comic Strip, de Nat Gertler, lançado pela Little Brown.

THEPEANUTSCOLLECTIONP
É um livro de 2010 e uma espécie de scrapbook com a história toda da turma de Charlie Brown, cheio de material inédito até então. É incrível! Tem prints de desenhos originais, pequenos livros, reprodução de negativos de cenas, esboços da carreira do criados Charles Schulz… Eu ainda nem cheguei perto de ler tudo. Até porque, voltamos de San Francisco e logo depois descobrimos a gravidez, Clarice nasceu e a sequência normal de virada de vida após o primeiro filho.

Mas hoje estou aqui com ele ao meu lado porque acabei de ver no site do Estadão o primeiro trailer de um filme que está anunciado para 2015. Quem está à frente é Craig Schulz, filho do criador dos Peanuts, que faleceu em 2000. Craig disse que há tempos os fãs pedem por um filme.

 

Sucesso nos quadrinhos e na televisão, desde 1980 os personagens não estrelam um longa-metragem (o último foi Boa Viagem, Charlie Brown (E Não Volte!)). A direção é de Steve Martino, o mesmo de A Era do Gelo 4, e Horton e o Mundos Quem. O roteiro é assinado por Craig e seu filho, Bryan Schulz.

 

Eu não saberia dizer aqui como conheci os Peanuts, se por quadrinhos ou TV. Mas sempre amei. A gente quando criança não entende, mas sabe quando algo é genialmente diferente. Eu amava estar naquele mundo deles, o mundo das crianças. Mas o mundo das crianças que tinham conflitos, angústias, medo. Dá até vontade de dar risada pensando no que autores, editoras, roteiristas são capazes de fazer hoje em nome de combater o “bullying” sendo que Schulz nos ensinou com Charlie Brown que crianças sofrem e sabem o porquê. Ao mesmo tempo, uma inocência tocante. Ele sempre foi de uma delicadeza e de uma coragem emocionante.

 

Eis aqui o trailer:

 

 

 

Clarice ganhou de uma família amiga querida um kit de utensílio de cozinha da turma do Snoopy. Eu fui apresentando a ela um a um, como se fossem velhos amigos. Ela se simpatizou bastante e solta um “upi” para cada vez que vê o beagle mais lindo do mundo dos desenhos. Mas sou louca, claro, para apresentar a ela os três filmes emblemáticos da era TV de Peanuts. Em 2008, a Warner lançou uma caixa com eles chamada Snoopy & Charlie Brown, com: O Natal de Charlie Brown: É Natal de Novo, Charlie Brown, Charlie Brown e O Dia de Ação de Graças: Os Viajantes de Mayflower, 

É a Grande Abóbora Charlie Brown: É Mágica, Charlie Brown, três grandes clássicos com cenas impagáveis como a dancinha deles sempre igual no ensaio do espetáculo de final de ano e a Charlie Brown dizendo que não ganhou doces no Dia das Bruxas (e a frase que eu nunca esqueço: “e eu, uma pedra”… dó dele!!), que mostro abaixo nos vídeos.

 

É para chorar de rir e deixar as lágrimas caírem de emoção. Quem consegue isso melhor que esta turma?

 

A Dancinha de Natal

 

E eu, uma pedra!

 

Deixe uma resposta