A Árvore Magnífica

2417

AARVOREMAGNIFICADENTROUma das delícias de acompanhar o mercado de literatura infantil é que a gente fica feliz só de ver determinados livros chegarem até a gente. O traço, por exemplo, de um ilustrador que a gente ama é uma das maneiras de isso acontecer: você passa a reconhecer de longe o desenho e já fica doido para folhear!

Acontece sempre com os livros ilustrados pelo australiano Stephen Michael King. Ele é autor de maravilhas como Pedro e Tina, O Homem Que Amava Caixas e Folha. Mas também faz trabalhos junto com outros escritores, como A Árvore Magnífica, escrita por Nick Bland, e que chegou recentemente ao Brasil pela editora Brinque-Book. Está lá o passarinho vermelho que passeia por dezenas de livros seus; está lá o nariz arredondado de seus personagens; está lá a delicadeza em que retrata o movimento em uma linda mistura de poesia e informação, dedicando referências aos pequenos leitores para que eles se identifiquem à primeira olhada.

Em A Árvore Magnífica, um pai e uma filha estão sempre cheios de ideias. Eles pensavam um tanto diferente, mas admiravam demais um a criatividade do outro. O pai era mais das engenhocas, como grandes aviões. Bia se concentrava nas mais delicadas, como cartões para mostrar o quanto ela amava o pai.  Mas o que eles queriam mesmo era atrair os pássaros, uma paixão que nutriam em comum. Cada um teve uma ideia diferente e é aí que a gente nota a grande poesia da história.

Adorei a história, adorei a simplicidade, adorei o jeito que me fez voltar as páginas e ver de novo. Nick Bland também é australiano e tem uma história bem peculiar: sempre sonhou ser cartunista, foi trabalhar em uma livraria, passou dois anos lendo tudo quanto é livro de imagem até ir aprimorando seu talento como contador de história e também como ilustrador. Hoje ele só faz isso da vida mas, aos finais de semana, é tutor de 120 meninos indígenas do norte da Austrália que estão se instalando em Darwin, onde mora. Achei muito curioso e claro como a delicadeza de um artista pode “sair” de maneira muito inusitada. A parceria com o traço de Stephen foi marcante pois, os pássaros são um elo perfeito para os dois, por que não?, sonhadores de um mundo melhor.

AARVOREMAGNIFICACAPA

A Árvore Magnífica (Ed. Brinque-Book)

textos de Nick Bland

ilustrações Stephen Michael King

2013

palpite: para crianças de 2 a 100 anos

Deixe uma resposta