SING vale demais a ida ao cinema! 

656

Música. Animais. Obstáculos para o sucesso. Superação. Diversão. Parece uma receita de ingredientes comuns, mas Sing Quem Canta Seus Males Espanta é a delícia de história que você vai querer ver com as crianças! Dos estúdios da Universal – com direito a insubstituível introdução dos Minions e seu “lá lá lá” -, o enredo é criativo, dinâmico, engraçado, emocionante e com uma trilha musical especial pra quem se diverte no repertório diverso, a la The Voices da vida.


singvarios
Tudo começa com um coala herdeiro de um tradicional teatro decadente. Mal administrador, vai perdendo tudo que conquistou com o pai, em shows sem público. Até que ele tem uma ideia de promover um concurso de talentos oferencendo dinheiro e público.

singcenaaudicao

Claro que muita coisa dá errado, mas, uma turma de amigos bem improváveis se forma, com interpretações inesquecíveis. O trailer já parecia divertido, mas o filme me surpreendeu! Os personagens são fortes e muito diferentes: tem uma dona de casa frustada, uma menina extremamente tímida e até um adorável jovem que tenta um destino diferente de uma família de ladrões. E todos são animais!

singgorila

Os detalhes das caracterizações dão vontade de assistir várias e várias vezes!

singelefanta

Nas cenas e referências ao público adulto – marca registrada das animações atuais de grande bilheteria – não há piadas de gosto duvidoso ou humilhantes. Tudo vem na medida para ser engraçado, sem constrangimentos e sem ser politicamente correto.
Os primeiros minutos são incríveis: a forma que o diretor Garth Jennings apresenta os protagonistas (temos vários, não apenas um!), conquista a plateia e lança à curiosidade pelo desenrolar da história. Depois, não sentimos o tempo passar. E só queremos que a cantoria – de Frank Sinatra a Stevie Wonder, costurado a Golden Slumbers dos Beatles – não acabe mais!

SEGUE TRAILER (tem outros)

 

Deixe uma resposta