PODCAST 2: EXISTE MEDIAÇÃO DE LIVROS IDEAL?

966

O que é necessário pensar na hora de fazer uma mediação de livros?

livroscris
Não estou falando somente da hora da sala de aula. Da formação. Não estou falando apenas de mediações em instituições culturais, experiências coletivas de mediação de livros.

Estou falando também daquele momento em casa, na hora de dormir, na hora qualquer. Tem hora certa para apresentar um livro?

Neste segundo podcast, o programa de rádio que estou fazendo pela A Casa Tombada, conversei com Stela Maris Fazzio Battaglia, doutora na área de linguagem, especialista e pesquisadora da literatura infantojuvenil, experiente e atuante na formação de mediadores de livros e uma das professoras da pós-graduação O LIVRO PARA A INFÂNCIA: TEXTOS, IMAGENS E MATERIALIDADES, que tenho a felicidade de co-coordenar (com o arte-educador e pesquisador Giuliano Tierno) n’ A Casa Tombada, espaço no bairro de Perdizes, em São Paulo. (saiba mais aqui, inscrições até DIA 13 DE JULHO para a turma de agosto de 2016!). Este podcast nasceu da vontade de que as conversas ultrapassem os encontros em sala de aula!

Entre tantas boas coisas desta conversa, Stela disse que “a ideia de mediação ideal, como resultado da minha experiência, ela se ancora em que o mediador está absolutamente imbuído do que ele está fazendo; conhece para quem está fazendo e a obra que está mediando. É ideal por estas condições e não por uma fórmula”.

Ouça tudo aqui:

 

Deixe uma resposta