Uma dupla, três livros, muita diversão

Sou capaz de lembrar muito bem da primeira vez que peguei nas mãos o livro Telefone Sem Fio (Ed. Companhia das Letrinhas, 2010), criado...