O menino Anton três vezes (e nós esperamos mais)

1117

3 Livros de AntonAdoro Anton. Adoro o jeito como ele imagina e executa suas ideias e como ele acha que conseguiu as coisas. Acha? Vá perguntar a ele e, com certeza, vai ouvir um “consegui, sim”. Conheci este adorável personagem do alemão Ole Könnecke em 2008, quando a WMFMartins Fontes lançou o livro Anton Sabe Fazer Mágica. Neste primeiro, o menino arruma um turbante e, com ele, faz várias tentativas.

O segundo, O Segredo de Anton, é genial: o autor brincar com o leitor e dá a ele as frases, só que não as ilustrações do que está narrando. No terceiro, Anton e as Meninas, o menino experimenta a tão conturbada relação de meninos e meninas e tenta chamar a atenção delas de qualquer jeito. Como não poderia deixar de ser, elas não ligam muito para o que ele faz, e é essa sutileza que deixa tudo ainda mais divertido.

Para o adulto, os livros oferecem a poética simplicidade de ver o desenvolvimento emocional e social da criança pequena. Para a criança pequena, a identificação imediata: ela se sente ali, com Anton, vivendo (ou revivendo) as situações.

Anton Sabe Fazer Mágica, O Segredo de Anton, Anton e as Meninas (Ed. WMF Martins Fontes)

textos e ilustrações: Ole Könnecke

2008, 2010, 2013

palpite: para crianças a partir de 3 a 100 anos

 

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta