A Bicicleta Epiplética

1571

biciepi2“Quando eu comecei a escrever Desventuras em Série, saía por aí dizendo: ‘sou uma imitação barata de Edward Gorey’, e todo o mundo dizia: ‘quem é esse?’. Agora, todo mundo diz: ‘É verdade, você é uma imitação barata de Edward Gorey”.

Esta frase do escritor Lemony Snicket está na contracapa de A Bicicleta Epiplética (lançado originalmente em 1969!) do norte-americano Edward Gorey (falecido em 2000), que a Cosac Naify lançou em 2013. Fiquei superfeliz de viver otimamente este meu primeiro encontro com o autor. O livro é divertidíssimo do início ao fim, puro nonsense, “estilo”, aliás, que o próprio Gorey gostava de usar para definir sua obra.

Cada dupla de página tem uma ilustração e uma frase, ambas desenhadas com um traço fino e detalhista (a editora vem sendo elogiada pelo cuidado em “imitar perfeitamente” a letra do autor – ele fez tudo a mão, em 1969). Na história, dois irmãos que brigam bastante dão de cara com uma bicicleta que surge misteriosamente, e sozinha. Os dois montam nela e vivem aventuras malucas, e é exatamente isso que vai fazer o leitor querer reler o livro várias vezes. O melhor ainda fica para o final, com um tom pra lá de macabro, principal característica de Gorey e, por isso, a forte influência do trabalho dele em artistas como Tim Burton e Shau Tan. Imperdível!

A Bicicleta Epiplética (Ed. Cosac Naify)

textos e ilustrações de Edward Gorey

2013

palpite: para crianças de 5 anos a 100 anos (embora eu ache que a criança menor já vá amar as ilustras!)

2 COMENTÁRIOS

  1. Vi esse livro em promoção e comprei!!
    Li com meu filho de quase 3 anos…
    Tudo bem que seria difícil pra ele entender.. Mas eu tb tive muita dificuldade com a surrealidade deste pequeno livrinho, rs..
    Acho que vou ler mais vezes pra ver se minha mente se expande!!

    • Natália, o nonsense e, no caso aqui, a morbidade mexe com a gente mesmo, né? Mas eu acho necessário… desculpa demorar em responder, meus comentários aqui estavam com problemas…

Deixe uma resposta